Grupos de Facebook: Reduzindo Riscos

Grupos de Facebook são utilizados para reunir pessoas com interesses comuns para o propósito de se comunicar, compartilhar notícias e colaborar em projetos. Há muitos tipos diferentes de grupos, e seus usos variam desde a organização de uma fan fiction até espalhar pelo mundo uma luta ou causa política. Grupos de Facebook não foram criados para colaboração segura, mas conforme sua popularidade cresce, eles são inevitavelmente utilizados por muitas pessoas para coordenar o trabalho que pode ficar vulnerável à sabotagem ou vigilância por outros, usuários maliciosos ou governos.

Nos primeiros dias da rede social, O Facebook por vezes deletava grandes grupos politicamente ativos sem aviso, e a companhia tinha a reputação de mudar suas configurações sobre privacidade de maneira não-transparente. Se você estiver discutindo questões sensíveis, pode ser melhor considerar outras ferramentas ou sites que tratem segurança e privacidade como prioridade.

Isso pode ser impraticável se seu público estiver indisposto ou incapaz de sair do Facebook. Assim, se alguém lhe pedir para criar um grupo no Facebook para um tópico sensível ou comunidade vulnerável, ou for administrador(a) de um, aqui seguem algumas dicas que você deverá considerar.

Ajustar as configurações de privacidade do seu grupo Anchor link

Antes de criar um grupo, pense sobre seu propósito e metas. Você espera usar o grupo para discutir um tópico controverso? Iniciar um movimento político? Para quem você deseja publicizar seu grupo? Seus membros desejarão manter sua membresia confidencial? Para quem? Essas considerações lhe ajudarão a determinar seu modelo de ameaça e a configuração de privacidade mais adequada para você.

Ao contrário de páginas do Facebook, que são utilizadas para representar publicamente uma marca, negócio, organização ou figura pública, grupos nem sempre são públicos (visíveis para qualquer pessoa no Facebook). Quando você cria um grupo, pode escolher entre três configurações de privacidade – Público, Fechado ou Secreto. Este gráfico mostra quem pode entrar nesses grupos e o que as pessoas podem ver sobre eles de acordo com a configuração de privacidade escolhida.

Se você determinou que uma página do Facebook é mais apropriada para sua causa, lembre-se de que Páginas são espaços públicos – mesmo pessoas sem uma conta no Facebok podem vê-las. De acordo com o Facebook, “Quando você curte uma página, uma história sobre a Página que você curtiu aparecerá na sua Linha do Tempo e pode ainda aparecer no Feed de Notícias. Você pode aparecer na Página que você curtiu ou em anúncios sobre essa Página”.

Grupos públicos do Facebook são visíveis para qualquer um no Facebook, incluindo usuários não-amigáveis ou agentes do governo. Tanto grupos Públicos quanto Fechados podem ser encontrados em pesquisa. É particularmente importante ter em mente se seu grupo do Facebook estiver sendo utilizado com propósito político.

Se você já criou um grupo e deseja ajustar as configurações de privacidade, todos(as) os(as) administradores(as) do grupo deverão ter a habilidade de mudar as configurações. Contudo, a privacidade dos grupos com 5 mil membros ou mais só poderá ser modificada para um critério mais restritivo (exemplo: Público para Fechado, ou Fechado para Secreto), a fim de proteger membros desses grupos de terem suas postagens compartilhadas com um público indesejado. Se você decidir mudar a privacidade do seu grupo para uma configuração mais restrita, você terá apenas 24 horas para mudar de volta antes que a mudança seja permanente. Não importando o tamanho do grupo, todos os membros receberão um aviso quando as configurações de privacidade forem mudadas.

Não importa o quão restritiva seja a configuração de privacidade do seu grupo, o Facebook tem acesso a tudo o que é postado em sua plataforma. A companhia pode receber uma ordem judicial para entregar conteúdos. Adicionalmente, usuários podem reportar ou sinalizar conteúdos dentro de grupos, mesmo sendo secretos. Conteúdos reportados podem ser removidos caso violem os Padrões da Comunidade e usuários(as) podem receber banimento temporário para violações de conteúdo.

Saiba que a sinalização maliciosa, de acordo com o Facebook, não resulta na remoção de conteúdo caso o mesmo não viole os Padrões da Comunidade do Facebook, no entanto erros ainda acontecem. O Facebook pode ainda ser obrigado a entregar a lista de membros de um grupo por meio de ordem legal.

Estabelecendo regras do grupo Anchor link

Lembre-se que – assim como em qualquer grupo online – qualquer pessoa com acesso ao seu grupo pode fazer cópias das conversas de grupo, ou tirar prints do conteúdo e compartilhar esses prints publicamente. Não há como prevenir tecnicamente esse tipo de vazamento de informação, embora administradores(as) de grupo possam adicionar regras à descrição do grupo proibindo prints, e informar a seus membros de que o compartilhamento de prints resultará em banimento do grupo.

Você pode considerar estabelecer outras regras ou guias para seu grupo a fim de encorajar o engajamento construtivo e ajudar a proteger a privacidade dos membros do seu grupo. Enquanto as regras de grupo podem ser difíceis (ou mesmo impossíveis) de reforçar, elas podem ajudar a definir o propósito do seu grupo e determinar quais conversas são mais adequadas dentro ou foram dele. Seus membros devem saber que, em adição a quaisquer regras que você tenha estabelecido dentro do grupo, eles(as) também estão sujeitos(as) aos Padrões da Comunidade e Termos de Uso do Facebook. Lembre-se de que membros do grupo podem desrespeitar descaradamente as regras, então de forma a determinar quais soluções de segurança funcionam melhor para seu grupo nós sugerimos que realiza uma avaliação do modelo de ameaça. Veja nosso guia sobre modelos de ameaça para mais detalhes.

Conheça os(as) administradores(as) do seu grupo Anchor link

Administradores(as) detêm o poder sobre as configurações de privacidade e membresia de grupos. Somente um administrador de grupo pode nomear outro membro para ser Administrador(a). Administradores(as) podem modificar as configurações de um grupo, gerenciar conteúdo e controlar a membresia da comunidade. Podem haver muitos(as) administradores(as) por grupo, então é importante saber quem detém esse papel. Um(a) administrador(a) é diferente de um(a) moderador(a). Moderadores(as) podem gerenciar conteúdo e membresia, mas não podem modificar configurações de grupo. Clique aqui para saber como remover administradores(as) ou moderadores(as) de seus papeis.

Administradores(as) podem habilitar a aprovação de membros nas configurações de grupo para todos os grupos Públicos, Fechados ou Secretos. Isso requer um(a) administrador(a) para aprovar toda nova pessoa que solicite acesso a um grupo.

Se um(a) administrador(a) adiciona alguém a um grupo Público ou Fechado, os contatos da rede individual dessa pessoa poderão ver, por meio do Feed de Notícias ou pesquisa, que essa pessoa foi convidada ou ingressou em um grupo. Isso é importante de lembrar em situações nas quais uma pessoa não queira que as outras saibam que ela está associada a seu grupo, ou nas quais seja ilegal para elas fazerem isso. Como moderador(a), você deve considerar mudar as configurações de privacidade do seu grupo para “Secreto”.

Se o(a) administrador(a) do grupo permitir, membros do grupo poderão adicionar ao grupo qualquer pessoa com a qual elas tenham amizade. Usuários(as) não escolhem ser adicionados(as) ao grupo. Isso significa que alguém pode adicionar você de forma maldosa a um grupo (“Grupo Terrível Planejando a Queda do Governo”). Você sempre pode deixar um grupo.

Uma nota sobre a política de autenticidade de nomes do Facebook, e o anonimato de administradores(as) Anchor link

O Facebook não autoriza o uso de pseudônimos. Usuários(as) podem somente utilizar suas “identidades autênticas” – o nome pelo qual seus(suas) amigos(as) os(as) chamam em sua vida cotidiana e que pode ser mostrado por formulários de identificação aceitos. Enquanto administradores(as) de grupos possuem boas razões para querer proteger suas identidades, o(a) administrador(a) de um grupo quem utilize um pseudônimo pode ser reportado(a) e subsequentemente suspendido(a) por violar a política de autenticidade do Facebook. Se isso acontecer e não houver administrador(a) no grupo, o Facebook verificará a existência da moderadores(as). Caso haja, será oferecido a todos(as) os(as) moderadores(as) o papel de administrador(a) até que uma delas aceite a função. Se o grupo não tiver moderadores(as), todos(as) os(as) membros(as) do grupo receberão a opção “Torne-me um Administrador” ou “Sugira um Administrador”. Garante que no mínimo um(a) administrador(a) tenha um nome verdadeiro: potencialmente alguém que possa atrelar em segurança sua identidade ao grupo.

Bloqueie usuários(as) indesejados(as) Anchor link

Você pode ter razões para bloquear um membro de um grupo. Talvez a pessoa seja um membro da comunidade que tenha violado as regras do grupo, ou alguém de fora que tenha conseguido entrar no grupo. Somente um(a) administrador(a) pode remover ou bloquear alguém de um grupo. Administradores(as) que queiram garantir que seu grupo não fique visível para um antigo membro devem bloquear esse(a) usuário(a). Membros que forem bloqueados por um(a) administrador(a) não poderão mais ver o grupo nem nenhuma informação sobre ele. Veja este gráfico para mais informações.

Membros antigos que tenham deixado voluntariamente um grupo ainda poderão acessar algumas das suas informações, como nome, descrição e tags. Por exemplo, membros antigos de um grupo secreto ainda poderão encontrar o grupo em pesquisa, ver a descrição do grupo e as marcações.

Saiba o que acontece ao conteúdo no Facebook quando deletado

O Facebook reserve a si o direito de deletar grupos que violem seus (extremamente amplos) termos de serviço. Se isso acontecer com o seu grupo, você poderá não somente perder as mensagens anteriores e discussões dos seus membros, mas perderá também o acesso à sua lista de membros, o que significa que, ao menos que você tenha guardado uma lista separada com o nome dos seus membros, você não será capaz de contatar seus(suas) apoiadores(as) ou comunidade após o grupo ser apagado.

Ainda há muito que não sabemos sobre os pedidos de remoção que o Facebook recebe de governos, polícia, e indivíduos, porém sabemos que essas solicitações podem ser de natureza política – especialmente em lugares ao redor do mundo onde o direito à liberdade de expressão e associação nem sempre é respeitado.

Você também pode querer deletar deliberadamente um grupo. Quem cria um grupo pode deletá-lo por remover todos(as) os(as) seus membros e em seguida a si próprio(a). Apagar um grupo é uma ação permanente e não pode ser revertida. Administradores(as) não podem deletar um grupo que não criaram a menos que o(a) criador(a) decida abandonar o grupo primeiro. Administradores(as) podem, no entanto, arquivar um grupo. Arquivar um grupo quer dizer que o mesmo não aparecerá em resultados de pesquisa para não-membros, e que nenhum novo membro pode entrar no grupo. Grupos podem ser desarquivados por qualquer administrador(a). Para saber mais sobre as diferenças entre arquivar e deletar grupos, clique aqui.

Informações adicionais sobre o que acontece ao conteúdo no Facebook quando deletado pode ser encontrado na Política de Privacidade do Facebook. Mesmo que você tenha deletado os dados, eles ainda poderão ser acessados pelo Facebook – particularmente se uma agência policial tenha solicitado a preservação dos dados. O Guia do Facebook de Informações para Autoridades Policiais (atualizado em 01-20-2017) estabelece, “Não retemos dados nos casos de questões policiais, a menos que nos seja enviada uma solicitação de preservação válida, antes que o usuário exclua esse conteúdo de nossos serviços”.

Com essas considerações, você agora pode tomar uma decisão informada para determinar se um grupo do Facebook é apropriado às suas necessidades.

Last reviewed: 
2017-01-26
A versão em Inglês pode estar mais atualizada.
JavaScript license information